Arquivo de tag prince2

porATHEM

PRINCE2 Agile e os Papéis

PRINCE2 Agile e os Papéis

INTRODUÇÃO

Esse breve artigo tem objetivo dar um singela apresentação sobre os papéis e responsabilidades em um projeto com PRINCE2 Agile.

 

PRINCÍPIOS PRINCE2

Um dos princípios do PRINCE2 é a existência de Papéis e Responsabilidades bem definidos (terceiro princípio). Assim, o princípio dá clareza, não apenas no aspecto do "quem irá fazer o quê", mas também dá clareza em relação a "quem RESPONDE" pelo que.

Ele é alinhado às abordagens ágeis que também incluem clareza em relação aos Papéis e Responsabilidades, porém não há clareza em relação à responsabilização.

Outro princípio importante do PRINCE2 é o tailoring, o que significa que existe a necessidade de efetuar adaptações à metodologia que é empregada na empresa para as necessidades do projeto.

Em outras palavras, você fará adaptações nos papéis e responsabilidades. Porém, a responsabilização específica sempre existirá (por exemplo: alguém deverá ser responsabilizado, claramente, pelo sucesso e pelo fracasso do projeto).

 

O LIVRO PRINCE2 AGILE e os Papéis

No livro PRINCE2 Agile da AXELOS [1] afirma que não há um direcionamento único, ou direto, para a atribuição das responsabilidades em um ambiente ágil, todavia, fornece algumas possibilidades de estruturação de equipe (trata-se inclusive de um alinhamento ao sétimo princípio do PRINCE2 - adequar ao ambiente do projeto).

Uma das discussões recorrentes em grupos de discussão é a existência, ou não, do Gerente de Projetos num ambiente ágil e limites de responsabilidade.

O Gerente de Projetos

No PRINCE2 Agile a figura do Gerente de Projetos (GP), assim como do Gerente de Equipe Especialista (GEE), são presentes, porém com adaptações em suas atribuições. Isso porque entende-se como sendo importante sua participação e suas atribuições como por exemplo a interface com o Comitê Diretor do Projeto, ou Gerente de Programa para o caso do Projeto estar sob a tutela de um Programa.

Porém, ele deixa clara a necessidade do Gerente do Projeto e do Gerente de Equipe Especialista em compreender a forma de se trabalhar em um ambiente ágil. Isso não é muito agradável para os agilistas mais ortodoxos.

O gerente de Equipe Especialista

O Gerente de Equipe Especialista, muitas vezes, pode fazer o papel do SCRUM MASTER. Por exemplo, em um projeto pequeno e que o GP domina o ambiente técnico, ele faz o papel do Gerente de Equipe Especialista, e também pode fazer o papel de SCRUM MASTER (se necessário).

Novamente, não há um direcionamento único ou alguma imposição do tipo: tem que ser assim e pronto! O princípio tailoring precisa existir.

A figura 1 mostra como seria uma situação desejável, enquanto a figura 2 mostra uma configuração possível.

PRINCE2 Agile - Estrutura da Equipe

PRINCE2 Agile - Estrutura da Equipe possível

 

Figura 1 - Configuração desejável -       Figura 2 - Configuração possível - Fonte PRINCE2 Agile

 

O livro PRINCE2 Agile trás papéis genéricos que podem ser utilizados, se necessário:

  • Customer Subject Matter Expert (CSME);
  • Customer Representative (CR geralmente está fora da equipe de entrega);
  • Supplier Subject Matter Expert (SSME);
  • Supplier Representative (SR geralmente está fora da equipe de entrega);
  • Então, Delivery Team Quality Assurance (QA)

Esses papéis genéricos foram definidos por que, na prática, eles existem de fato em muitos projetos, porém sem uma clareza em sua abrangência de responsabilidade e responsabilização. Dessa forma, o livro dá clareza para o caso de uma organização achar interessante utilizá-los.

A figura 3 apresenta a possível estruturação com apenas uma equipe PRINCE2 Agile e os papéis propostos, enquanto a figura 4 apresenta a possível estruturação com diversas equipes.

 

A Estrutura para uma EquipeA Estrutura para uma Equipe

 

Figura 3 - equipe única                                  figura 4 - equipe múltipla - fonte PRINCE2 Agile

CONCLUSÃO

O livro PRINCE2 Agile e os papéis é para enfatizar a necessidade das equipes conhecerem a forma ágil de se trabalhar; reafirma os princípios fundamentais do PRINCE2 e dá clareza em diversas possibilidades de estruturar uma equipe PRINCE2 em um ambiente ágil de trabalho. 

 

(SAIBA MAIS SOBRE PRINCE2 AGILE)

(SAIBA MAIS SOBRE O LIVRO DE CERTIFICAÇÃO PRINCE2 FOUNDATION)

Compre Agora

 

Exame: Compre agora seu EXAME PRINCE2 Foundation

eLearning Exame: Compre agora seu curso eLearning PRINCE2 Foundation

Então, Compre agora seu livro oficial PRINCE2

PRINCE2 atualização 2017

Por fim, veja esse video sobre PRINCE2 AGILE


AXELOS!!!

Assim, AXELOS.Ltd é a proprietária do PRINCE2 e o mantém. Isso acontece desde 2013!

 

[1] AXELOS é a empresa de joint venture, criada pelo Gabinete do Governo em nome do Governo de Sua Majestade (HMG) no Reino Unido e Capita PLC para executar o portfólio Melhor Prática Global. Axelos tem um currículo invejável e uma carteira de produtos dentre os quais ITIL, PRINCE2, MSP, MoR, MoP, P3O etc.

 

 

porATHEM

PRINCE2® Atualização 2017

PRINCE2 2017 update

A AXELOS, proprietária da abordagem britânica das Melhores Práticas de Gestão de Portfólios, Programas e Projetos, anunciou a atualizações na Metodologia de Gerenciamento de Projetos mais usada no mundo.

Saiba quais são as principais mudanças nesse post. 

Alterações na Metodologia PRINCE2

A boa notícia (já esperada pelo fato da metodologia ser bem consistente e coerente) é que a metodologia realmente (em sua essência) não sofre alterações. Para se ter ideia, a quantidade de princípios, temas e processos continuam os mesmos.

Toda abordagem britânica (com livros para Gerenciamento de Portfólios, Programas, Projetos, Riscos, Valor e Escritório) foi criada para ampliar o sucesso das iniciativas e melhorar o ROI (retorno sobre o investimento) com benefícios que realmente façam sentido para o Governo Britânico e sua população. Grande diferença se compararmos com os objetivos do PMI, mas esse não é nosso foco, nosso foco é gerar benefícios organizacionais que façam sentido estratégico.

O que ocorre com a atualização, basicamente, é uma enfase nas questões relacionadas a adaptação (onde e como adaptar), adoção (adotar o PRINCE2 como metodologia em sua empresa) e consistência às atualizações que ocorreram nos outros livros (MSP - Gerenciamento de Programas, MoP - Gerenciamento de Portfólios, P3O - Escritório de Portfólios, Programas e Projetos e M_o_R - Gerenciamento de Riscos), livros esses que sofreram atualizações durante 2011 e 2013.

Além disso, um outro aspecto da atualização é uma melhor clareza em relação aos Projetos Ágeis. O PRINCE2 já tinha características que permitiam a ligação às abordagens ágeis; porém com a criação do PRINCE2 Agile (livro lançado em 2015) houve também necessidade de uma clareza em relação a associação do PRINCE2 (livro 2009) com essa nova publicação (PRINCE2 Agile).

Exemplo: Modelos de documentos do MoP, M_o_R ou no MSP, e que foram alterados com as atualizações desses livros entre 2011 e 2013, deveriam, obviamente fazer com que os modelos de documentos no PRINCE2 também sofressem essa atualização.

Há maior clareza em algumas atividades, como por exemplo, avaliar o desempenho final do projeto que ocorre durante o processo Closing a Project.

 

Assim, resumindo:
  • Deixa mais claras as informações relacionadas às adaptações que você pode fazer no PRINCE2;
  • Maior clareza no que as empresas precisam fazer para adotar o PRINCE2;
  • Amplia a enfase nos princípios, temas e em especial no tailoring (adaptação);
  • Amplia as dicas e sugestões e situações comuns do mundo real, com aplicação prática;
  • Melhora a parte de Gestão de Mudanças;
  • Melhora a parte relacionada ao Plano do Projeto, racionalizando o uso;
  • Amplia o foco nas etapas de pré-projeto e pós-projeto, mas claro pensando nos benefícios que o projeto ajudará a empresa conquistar;
  • Clareza das adaptações do PRINCE2 para Projetos ágeis, ou se seu projeto nasce de um Programa ou Portfólio;
  • E então, amplia as considerações práticas (ou seja, a metologia já pragmática fica ainda mais prática).

Alterações nas Certificações

Talvez as principais alterações sejam nas certificações internacionais, ampliando a verificação aos níveis de compreensão e aplicação da metodologia. De forma geral os exames ficam mais difíceis e, como contra partida, a AXELOS diminui a quantidade de questões. Vejamos:

PRINCE2 Foundation

A quantidade de perguntas diminui de 75 perguntas para 60 perguntas. Apesar de um exame já fácil, pela consideração geral dos profissionais, o exame se torna um pouco mais difícil e por isso a quantidade de perguntas foi diminuído. Haverá uma enfase maior na aplicação (adoção) da Metodologia, nos princípios e na adaptação que você pode fazer na metodologia.

De julho/2017 a dezembro/2017 as provas atual e nova ficarão disponíveis em paralelo. Isso significa que a versão em Português fica ativa somente até dezembro/2017. Não há previsão de tradução da nova prova para a língua portuguesa. Ou seja, se quiser se certificar e você não manda bem no inglês, esse é seu ano! Caso contrário meu(minha) caro(a), vá estudar inglês.

 

PRINCE2 PractitionerPRINCE2 Practitioner

A quantidade de perguntas diminui de 80 perguntas para 75 porém a duração permanece de 2:30h. A enfase é ampliada em questões relacionadas ao conhecimento de aplicação do PRINCE2 e nos princípios. Há uma redução do peso, ou seja, na quantidade de questões, relacionadas aos produtos de gerenciamento, e temas. Porém, ampliada a quantidade de questões relacionadas aos processos.

Quem já tem o certificado PRINCE2 Practitioner vencendo? Para essa situação você deverá fazer a prova de re-certificação ainda esse ano (ou a prova PRINCE2 Practitioner completa), caso contrário terá que fazer a prova nova a partir de 2017.

De julho/2017 a dezembro/2017 as provas (V 2009) e (V 2017) estiveram disponíveis em paralelo. Ou seja, o aluno deveria escolher a versão.

A partir de então, no caso das línguas nas quais a versão 2017 está disponível (Inglês, Alemão, Holandês e Polonês) então somente opção 2017 é liberada para efetuar o exame. No caso da língua portuguesa, somente a versão 2009 é que está disponível para o exame; e sem previsão para a tradução para a versão PRINCE2 Update 2017.

 

 

qualidade4Conclusão

A metodologia de Gerenciamento de Projetos PRINCE2, que é excelente, ficou ainda melhor. E, caso você seja um profissional que atue com PRINCE2, se sua empresa tem ou pretende implementar o PRINCE2, ou se você está estudando a metodologia para conquistar as certificações (no curto prazo), não há preocupações.

Para o mercado, não há diferenciação entre as versões, ou seja, o mercado não tem cobrado que o profissional tenha a certificação PRINCE2 2017 em detrimento à versão 2009.

Quer saber mais sobre o esquema de Certificação PRINCE2http://athem.net.br/prince2-certificacao/

 

 

Compre-Agora

Livro preparatório para certificação PRINCE2 foundation: Compre agora seu livro Preparatorio para Certificação PRINCE2 foundation

Exame: Compre agora seu EXAME PRINCE2 Foundation

eLearning + Exame: Compre agora seu curso eLearning PRINCE2 Foundation

Livro oficial do PRINCE2: Compre agora seu livro oficial PRINCE2

 

 

porATHEM

Turmas Confirmadas – PRINCE2 Foundation e Practitioner

Turmas Confirmadas - PRINCE2 Foundation e Practitioner

São Paulo /  SP

Turmas confirmadas PRINCE2 Practitioner (com exame) em São Paulo/SP - dias 27 e 28 de abril - horário comercial -

Data do curso: 27 e 28 de abril das 08h às 17h
Local: Rua Vergueiro, 2087 / Metrô Ana Rosa / Vila Mariana / São Paulo/SP
Exame de certificação.: 28 de abril às 15h 

Pré-requisitos: Certificações PRINCE2 Foundation, ou PMP, ou CAPM, ou IPMA

PDU's = 30 PDU's para renovação do certificado PMP

Contato 11 9942 71642

Inscrições: http://athem.net.br/inscricao


Fortaleza / CE

Turmas confirmadas PRINCE2 Foundation (com exame) em Fortaleza/CE - de 15 a 20 de maio - horário noturno -

Data do curso: 15 a 19 de maio das 19h às 22h
Local: Av. Senador Virgílio Távora, nº 999, sobre loja 01 / Fortaleza - CE
Exame de certificação.: 20 de maio, as 14h

Pré-requisitos: Não há

PDU's = 30 PDU's para renovação do certificado PMP

Telefone para contato.: (85) 3133-1667


Inscrições: http://athem.net.br/inscricao-athem-nordeste/

Inscrições para quem não for fazer a prova de certificação PRINCE2 Foundation: http://athem.net.br/inscricao-prince2-foundation-sem-exame-athem-nordeste/


Conheça mais sobre o PRINCE2
 

#PRINCE2

porATHEM

Axelos Career Path e Skills Framework

Axelos Career Path e Skills Framework

Axelos Carrer Path e Skills Framework foi criado pela AXELOS, proprietária da abordagem britânica das Melhores Práticas de Gestão, disponibiliza a comunidade duas ferramentas fundamentais para ajudar você a planejar sua carreira. Podem ser usadas também para você ajudar a planejar a carreira de sua equipe.

As duas ferramentas, a bem da verdade, funcionam em conjunto. 

AXELOS Career Path

A primeira é o AXELOS Career Path. Pode ser acessada de maneira online (veja por esse link). Basta você criar um conta simples com nome, email e password; e terá acesso a passo-a-passo, visual e online de como progredir em sua carreira ou ajudar sua equipe.

A ferramenta destaca sempre níveis de 1 a 5 e podemos fazer a seguinte analogia: nível 1 - entrante na carreira e nível 5 o mais experiente ou avançado na carreira (um executivo).

Assim, se você está começando na carreira de Gerente de Projetos e visa ser um profissional mais experiente, quais passos poderia seguir. Também funciona para os profissionais da área de Serviços de TI (ITIL).

Poderá encontrar informações resumidas como:

  • O que tal profissional faz;
  • Quais são as habilidades necessárias;
  • Quais certificações são úteis.

 

Skills Framework

O Skills Framework já é uma ferramenta disponível em formato PDF que possibilita você analisar com mais detalhes cada um dos níveis do Career Path nas seguintes áreas:

  • Gerenciamento de portfólios, programas e projetos;
  • Análise de negócios e gerenciamento de mudanças;
  • Gerenciamento de Serviços de TI (ITIL);
  • Liderança e habilidades pessoais.

Para cada uma das habilidades (atividades ou áreas ), você encontrará os níveis ideais. Assim, poderá trabalhar junto à equipe para desenvolver um plano para cada um, ou o seu próprio plano de desenvolvimento de carreira.

Exemplo: O que um gerente de projetos que se encontra no nível 2 deveria fazer para atingir os níveis 3 e então o 4.

Para acessar o Skills Framework use esse link: Skills Framework

PRINCE2 Practitioner

 

Atualizado em: 25 de agosto de 2018

Fonte: https://www.axelos.com/certifications/career-paths/ppm-careers-path

Fonte: https://www.axelos.com/certifications/career-paths/itsm-careers-path

 

 

WhatsApp chat